Início Acidente Vídeos mostram idoso caindo da ponte e buscas no Marabá

Vídeos mostram idoso caindo da ponte e buscas no Marabá

14
0

Homens do Corpo de Bombeiros estão no Rio Itacaiúnas, em Marabá, tentando resgatar o senhor José Ribeiro de Cristo, de 64 anos, turista que estava, a princípio, sendo filmado e fotografado sobre a ponte, mas acabou despencando e sumindo nas águas.

O momento exato em que ele se desequilibrou e caiu foi filmado com o próprio celular da vítima, que estava nas mãos da sobrinha dele e que foi testemunha ocular do ocorrido. Vejam

José se colocou na situação arriscada ao transpor o guarda-corpo da ponte e ainda brincou sobre a possibilidade de cair. Segundos depois foi o que realmente aconteceu.

Na filmagem é possível ouvir quando Nailda dos Santos, de 50 anos, sobrinha de José, ainda o adverte sobre o perigo em que estava se colocando, mas ao sentir segurança nele, ela exalta o feito da posição em que ele estava pendurado, com o corpo para fora da ponte.

De repente, José se desequilibra, Nailda joga o telefone ao chão e tenta segurá-lo, sem sucesso. Desesperada, ela grita por socorro e logo chega um outro homem que tenta avistar o idoso na água.

José é natural de Rio Branco do Sul (PR), aposentado, e está em Marabá a pretexto de comprar uma casa para onde se mudaria.

Mas diante da recusa da esposa em vir com ele, já havia desistido da ideia e estava a caminho do aeroporto João Rocha, justamente para verificar a compra de uma passagem.

https://youtu.be/zujHqhi7LhM

Ao passar pela ponte com a sobrinha, conduzidos em um veículo Uber, ele pediu ao motorista que parasse para que fizesse umas fotos, maravilhado com o Rio Itacaiúnas.

Foi José quem ligou a câmera e entregou na mão de Nailda, pedindo que ela o filmasse. De repente, o homem tomou a atitude inadvertida que decretou o seu destino.

A Reportagem do CORREIO chegou ao local em poucos minutos e ouviu o relato da própria testemunha ocular que defende que o tio não morreu na queda, pois o viu ainda nada por alguns metros, antes de submergir e não mais ser visto. As buscas continuam.

(Reportagem: Evangelista Rocha / Texto: da Redação)

Correio Carajás

Artigo anteriorJornalista Marco DEça assumirá direção de Comunicação da Câmara Municipal de São Luís
Próximo artigoPrimeiro Plano de Comunicação da Câmara de São Luís será entregue em fevereiro
Jornalismo Faculdade Estácio MA Especialistas em Marketing Digital RP -19-03MA Blogueira por paixão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui