Início Sem categoria Suicídio já mata mais jovens que o HIV em todo o mundo

Suicídio já mata mais jovens que o HIV em todo o mundo

0
0

sui

Dispomos de Políticas Públicas que realmente funcionam?
Como são planejadas e executadas as Políticas Públicas em um país onde as ações do poder público são centralizadas, pouco transparentes e muitas vezes interpretadas como paliativas.
Vemos todos os dias nas várias esferas das mídias que, são inúmeras pessoas que recorrem ao suicídio. O ÊXITO das políticas públicas depende de diversos fatores. Entre esses, é fundamental o conhecimento da realidade para a definição do conteúdo e da gestão dos programas de utilidade pública. Fundamentar o conhecimento na realidade concreta, ou seja, nas circunstâncias que as pessoas vivem cotidianamente, centrando a atenção na “pessoa” e suas experiências de vida, permite maior eficiência de atuação e nova forma de intervenção, capaz de valorizar os aspectos positivos e as tentativas de resposta às necessidades já construídas pela pessoa e sua comunidade. Fortalecer essas tentativas pode então representar uma decisão importante e inovadora no panorama dos programas públicos.
A cada 45 minutos, uma pessoa se suicida no Brasil, dizem especialistas do CAS. O dado de que um suicídio ocorre a cada 40 segundos no mundo e a cada 45 minutos no Brasil. Suicídio entre jovens. De acordo com o diretor da APBr, Carlos Guilherme da Silva Figueiredo, no mundo, 1,3 milhão de jovens morrem por conta de causas evitáveis ou tratáveis, sendo a primeira causa os acidentes de trânsito (11,6%) e a segunda, o suicídio (7,3%). PS: Opinião desta blogueira. Está o governo realmente preocupado com seu povo? O que o governo federal tem feito nesse sentido? E os direitos humanos? Quem se importa com essa multidão de invisíveis que existem no Brasil? O amor tem esfriado em todas as esferas, as famílias tem se isolado pela busca incessante pelo ter e tem esquecido que o bem mais precioso que é o Ser, o ser humano. Cada pessoa enquanto familiar precisa observar os seus, cuidar dos seus, se o governo não se importa, importemo-nos e façamos a nossa parte, o consumismo desenfreado tem trazido além de muitas dividas, a insatisfação pessoal. Você quer um padrão de vida acima do que realmente pode? Pare e repense, olhe para o seu lado e veja como resolver os seus problemas antes de tomar uma decisão tão desastrosa, que só aumentará o sofrimento da sua família, deixe o egoismo de lado e seja altruísta, tenha esperança e busque o melhor pra sua vida. Não aumente essa estatística horrorosa. Diga não a essa voz interior e seja imperativo ao falar.

Virginia Petrus

Artigo anteriorPai do Vereador Umbelino Junior está entre os setenta melhores prefeitos do Brasil
Próximo artigoPrefeitura realiza Viva Bem na Avenida Litorânea como parte da programação dos 405 anos de São Luís
Jornalismo Faculdade Estácio MA Especialistas em Marketing Digital RP -19-03MA Blogueira por paixão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui