Início Sem categoria Projeto da Prefeitura estreita laços entre escola e família

Projeto da Prefeitura estreita laços entre escola e família

0
0

Pais participam de evento sobre a importância da parceria entre família e escolaO desenvolvimento integral do estudante, estreitando os laços da família com a escola, foi o objetivo da mesa de diálogo “Família e Escola: Espaço de Inclusão e Afetividade”, promovida pela Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) dentro do projeto Caminhar Juntosque, iniciado em 2015, na gestão do prefeito Edivaldo. A atividade, realizada esta semana, reuniu mais de 50 famílias de alunos da Unidade de Educação Básica (U.E.B.) Governador Leonel Brizola (Anexo I – Brizolinha), na Vila Luizão.

O evento visa envolver os pais e responsáveis para um diálogo aberto sobre princípios, valores e relacionamentos, com ênfase no respeito às diferenças e na parceria que deve existir entre família e escola para a melhoria contínua do processo de ensino e aprendizagem. “Nossa visão é aproximar a família da escola, numa perspectiva de caminharmos juntos, promovendo a inclusão e o desenvolvimento integral do estudante”, observou o titular da Semed, Moacir Feitosa.

A mesa de diálogo “Família e Escola” faz parte do projeto Caminhar Juntos, da Superintendência da Área da Educação Especial (SAEE) da Semed. O projeto leva para as Unidades de Educação Básica da rede municipal de São Luís temáticas diferentes a cada ano. O Caminhar Juntos tem ainda ações específicas para os estudantes com deficiência, tais como atendimento individual, orientação para a família e reuniões bimestrais de acompanhamento.

A superintendente da Educação Especial da Semed, Dalvina Amorim Ayres, conta que vários setores da secretaria, entre os quais a Assistência Social, estão envolvidos no planejamento anual do projeto Caminhar Juntos. “Trabalhamos juntos com foco na melhoria contínua do aprendizado. E a família é primordial na educação dos filhos e deve fazer parte da escola, para que tudo isso aconteça”, assinala Dalvina Ayres.

INCLUSÃO

A temática da mesa de diálogo foi desenvolvida pela terapeuta ocupacional da SAEE/Semed, Andrea de Jesus Filgueiras, que falou sobre relacionamento pais e filhos numa perspectiva de inclusão e respeito.

A assistente social da SAEE Ana Lúcia Moreira, coordenadora do evento, disse que as mesas de diálogos costumam ser momentos bastante instrutivos e de orientação, onde os pais conseguem vislumbrar ainda mais a importância de estar mais presente na vida escolar dos filhos. “É necessário ter a família como parceira, para o desenvolvimento integral da criança”, ressalta Ana Lúcia.

A gestora do Anexo I da U.E.B. Governador Leonel Brizola, Solange Reis Correia, ficou muito feliz com a boa participação dos pais. “Não é fácil trazer a família para um evento como este, na parte da tarde, pois a maioria dos pais trabalha. Mas tivemos um quantitativo considerável, o que me alegra, pois isso decorre do trabalho de mobilização que fizemos com o apoio da Educação Especial”, comentou Solange Reis.

Além da palestra, houve apresentações culturais e um sorteio de brindes. A dona de casa Maria Conceição Silva Santos, residente na Vila Luizão, tem um filho de nove anos estudando na escola. Para ela, participar da vida escolar da criança é ajudar no seu crescimento. “Tenho sempre a preocupação de ver as tarefas que o meu filho traz pra casa; converso sempre com ele; e oriento da melhor forma para aceitar as diferenças e respeitar o próximo. Participo das reuniões na escola e dos eventos que podem contribuir para o desenvolvimento do meu filho”, assinalou.

Acesse aqui a galeria de imagens desta reportagem

Artigo anteriorAlunas do município preparam espetáculo de ballet baseado em contos infantis
Próximo artigoPrefeitura intensifica ações de prevenção ao câncer e outras doenças em alusão ao “Novembro Azul”
Jornalismo Faculdade Estácio MA Especialistas em Marketing Digital RP -19-03MA Blogueira por paixão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui