Início Sem categoria Prefeitura, Fundação Vale e Cedaps firmam parceria para fortalecimento da Atenção Básica...

Prefeitura, Fundação Vale e Cedaps firmam parceria para fortalecimento da Atenção Básica em São Luís

0
0

Prefeitura e Fundação Vale firmam parceria para melhorar Atenção Básica na saúde

A Prefeitura de São Luís, a Vale, a Fundação Vale e o Centro de Promoção da Saúde (Cedaps) vão trabalhar em parceria para o fortalecimento do atendimento, específicamente da Atenção Básica na saúde, na região de Itaqui-Bacanga.

Nesse sentido, o prefeito Edivaldo e o Relações Institucionais da Vale, Dorgival Pereira, assinaram, nesta segunda-feira (25), no Palácio La Ravardière, o Termo de Cooperação Técnica, objetivando a implantação do projeto Ciclo Saúde, da Fundação Vale, na rede municipal de saúde. O projeto viabilizará a capacitação de pessoal, equipamentos necessários para as unidades, bem como computadores de sistema de controles.

As ações serão iniciadas pelas Unidades de Saúde São Raimundo, Vila Mauro Fecury II e Clodomir Pinheiro (no Anjo da Guarda). A meta é que sejam estendidas para as sete unidades do sistema de saúde da região Itaqui-Bacanga e, posteriormente, toda a rede. “Por meio de mais uma parceria, a Vale vai nos apoiar com equipamentos, sistemas na área de informática e capacitação de pessoal. Neste primeiro momento, as ações serão voltadas para a área Itaqui-Bacanga onde a Prefeitura já vem atuando no sentido de garantir mais qualidade de vida para a população com ações nas áreas de saúde, educação e infraestrutura”, disse o prefeito Edivaldo durante a cerimônia de assinatura do termo.

“A Vale, a Fundação Vale e a Prefeitura firmam mais uma importante parceria que vai apoiar o fortalecimento da saúde básica em São Luís. Acreditamos que o Ciclo Saúde, desenvolvido pela Fundação Vale, vai gerar bons resultados durante a sua implementação, uma vez que todos as etapas do projeto irão promover melhorias no atendimento, beneficiando diretamente as pessoas que vivem nas comunidades da região Itaqui-Bacanga”, explica o Relações Institucionais da Vale, Dorgival Pereira.

Em parceria com a Vale, a Prefeitura de São Luís vem realizando ações na área. Para o vice-prefeito Julio Pinheiro, a Prefeitura tem buscado caminhos para superar os gargalos históricos. “O Maranhão conta com o segundo menor financiamento per capita da saúde, esse é um desafio que temos enfrentado com as parcerias importantes com a iniciativa privada e também institucionais com o Governo do Estado, por exemplo”, citou Pinheiro. Nesta segunda gestão, o prefeito Edivaldo vem adensando as parcerias com instituições privadas na área da Saúde, Educação, Trânsito e outras.

No entendimento do secretário municipal de Saúde (Semus), Lula Fylho, a parceria foca em dois temas importantes: educação e saúde. “Sem parceria não conseguiríamos avançar da maneira que a cidade precisa. A Fundação Vale chega em um bom momento para uma área que é de fundamental importância para a Atenção Básica”, ressaltou Lula Fylho.

De acordo com o termo, a Semus, o Cedaps e a Fundação Vale, vão contribuir para adoção de metodologias em promoção da saúde e aperfeiçoamento instrumental da prática clínica das equipes da Atenção Básica, conforme estratégia da saúde da família.

Participaram ainda da reunião Kátia Edmundo, do Cedaps; Sabrina Aurora, superintendente de Saúde Básica da Semus; Vanessa Fonseca, coordenação de Saúde da Família; e Alice Natalizi coordenadora de projeto Ciclo Saúde, da Fundação Vale.

CICLO SAÚDE

O projeto Ciclo Saúde contará com acompanhamento, monitoramento e avaliação realizados por consultores e alunos do mestrado da Saúde da Família da Universidade Estácio. Para o diretor geral da instituição de ensino, Geraldo Siqueira, o projeto contribui ao mesmo tempo para o desenvolvimento da comunidade e a formação dos estudantes.

“Esse projeto é de extrema importância porque por meio dele é possível aproveitar os conhecimentos dos mestrandos da Universidade Estácio com os nossos graduandos das áreas de saúde do campus São Luís. O objetivo é devolver para a comunidade alunos e profissionais cada vez mais capacitados para atuar em suas realidades”, explicou o diretor.

Atuando na saúde do país desde 1983, o Centro de Promoção da Saúde vai realizar o geoprocessamento de dados relativos à região. Segundo Kátia Edmundo, do Cedaps, as informações vão permitir uma visão geográfica do atendimento e das endemias. Ela explicou que com “a tecnologia será elevada a capacidade de informação e citou estatísticas que comprovam que de cada 100 casos da atenção básica, 85 obtêm resolutividade sem necessidade de atendimento hospitalar”.

Duas frentes de atuação foram definidas com a Semus. Uma agenda de formação e assistências técnicas com seminários, oficinas, encontros temáticos com objetivo de contribuir para a melhoria das capacidades e resolutividade nos atendimentos realizados pelas equipes das unidades básicas. Em uma outra frente, haverá cessão de instrumentos e imobiliários para melhoria das condições materiais

Artigo anteriorInformativo da Câmara Municipal de São Luís
Próximo artigoMarca turística de São Luís será lançada em feira da Associação Brasileira de Agências de Viagens
Jornalismo Faculdade Estácio MA Especialistas em Marketing Digital RP -19-03MA Blogueira por paixão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui