Início MARANHÃO No Maranhão, mais de 350 pessoas testaram positivo para o HIV

No Maranhão, mais de 350 pessoas testaram positivo para o HIV

6
0

No ano passado, mais de 1,6 mil pessoas foram contaminadas pelo vírus em todo o Maranhão.

Maranhão registrou 359 casos de pessoas contaminadas pelo vírus HIV neste ano, conforme os dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde (SES), ao g1, nesta quinta-feira (9). No ano passado, foram 1.650 pessoas contaminadas pelo vírus.

A Secretaria esclarece que os dados estão sujeitos a atualização a cada boletim epidemiológico.

Como identificar a doença

No Maranhão, a doença pode ser rapidamente identificada em até 30 minutos, após a realização de um teste de sangue, que podem ser feito em Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA).

Além disso, ele também verifica se a pessoa também é portadora de sífilis ou das hepatites B ou C.

O teste deve ser realizado dentro da janela imunológica, que é o tempo de infecção pelo vírus e a identificação dos anticorpos que são produzidos pelo organismo.

Josélia Frazão explica que caso a pessoa seja identificada no teste como portadora do vírus HIV ela é automaticamente encaminhada para dar início ao tratamento.

“Esse teste rápido é distribuído para todas as unidades básicas de saúde, nós encaminhamos para as regionais e eles disponibilizam para os municípios. E se no caso essa pessoa procurar uma unidade básica de saúde e ela for soropositiva, a orientação é que esse usuário se vincule logo ao serviço, iniciando logo o tratamento na unidade básica de saúde com a medicação”, explica Josélia.

Jocélia Frazão, chefe do Departamento de Atenção às DST/Aids e Hepatites Virais da Secretaria de Estado da Saúde (SES), foi entrevistada pelo G1 Maranhão. — Foto: Reprodução/G1 MA

Autoteste em São Luís

Os autotestes estão disponíveis apenas nos Centros de Testagem e Aconselhamento do Lira (na Rua Pedro Bessa, em frente à Praça do Lira, no Centro) e do Anil (na Avenida São Sebastião, no bairro).

O autoteste também será aplicado com monitoramento do programa ISTs/AIDS, em participantes do projeto Viva Melhor Sabendo Jovem, do Unicef.

Ao se dirigir a um dos locais em que o autoteste está disponível, o usuário receberá o item e, em seguida, deve estar atento a algumas das orientações referendadas pela pasta federal.

O resultado sai em até 20 minutos. Para a interpretação do resultado, basta observar possíveis linhas no dispositivo de teste.

Uma linha colorida dentro da janela de resultado da banda “C” significa resultado negativo.

Prevenção

A prevenção ainda é o método mais eficaz para combater a infecção pelo vírus. O uso da camisinha ainda é um método muito eficiente contra a Aids e as doenças sexualmente transmissíveis.

Via G1

Artigo anteriorCâmara de São Luís completa 402 anos de história
Próximo artigoPM e vigilante que mataram três jovens na zona rural de São Luís serão julgados na terça-feira (14/12)
Jornalismo Faculdade Estácio MA Especialistas em Marketing Digital RP -19-03MA Blogueira por paixão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui