Início Infanticídio Mulher que matou a própria filha com microcefalia é encontrada morta da...

Mulher que matou a própria filha com microcefalia é encontrada morta da prisão

1
0

A mãe Jennifer Natalia Pedro foi encontrada morta na segunda-feira 22/02 em sua cela na Penitenciária Santa Maria Eufrásia Pelletier, a P1 de Tremembé (SP).

Mãe acusada

Ele está presa desde abril de 2020, acusada de matar a filha Ísis Helena, de um ano e 10 meses

Conforme informações do G1, a suspeita é de que Jennifer Natalia tenha cometido suicídio.

A mulher estava sozinha em sua cela e foi encontrada pelos agentes com um lençol no pescoço.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para perícia. A Polícia Civil irá investigar o caso.

Há cerca de duas semanas, a Justiça havia determinado que as acusações contra Jennifer fossem levadas a júri popular. No entanto, a data do julgamento ainda não havia sido marcada.

RELEMBRE O CASO…

O corpo de Ísis Helena foi encontrado no final de abril de 2020 enterrado perto de uma ponte na cidade de Itapira, no interior de São Paulo.

A bebê estava desaparecida havia mais de 50 dias. A mãe de Ísis, Jennifer Natalia Pedro, de 21 anos, confessou ter enterrado o corpo da filha e indicou o local.

Ísis nasceu prematura, com microcefalia e fazia uso de remédios controlado. A mãe confessou o envolvimento na morte da filha no dia 20 de abril do ano passado.

Jennifer foi presa por suspeita de envolvimento no crime depois que cães farejadores detectaram indícios da presença dela e da criança nas proximidades de uma cachoeira. Ela cumpria prisão preventiva e respondia por homicídio por dolo eventual e ocultação de cadáver.

G1

Artigo anteriorCâmara Municipal retorna às atividades legislativas nesta terça-feira (02)
Próximo artigoCaminhoneiro que mantinha esposa presa em cabine é preso na BR 153, em São Paulo
Jornalismo Faculdade Estácio MA Especialistas em Marketing Digital RP -19-03MA Blogueira por paixão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui