Marca brasileira lança coleção com tecido que protege contra o coronavírus


J.Boggo+ é a primeira etiqueta a apostar em um compilado de peças com acabamento antiviral no mercado nacional.

As indústrias de diversos segmentos têm buscado alternativas criativas para reduzir os impactos da pandemia.

O mercado da moda não é diferente. Além de reinventar estratégias de venda e divulgação, tem produzido máscaras e buscado tecidos que garantam uma proteção a mais contra o novo coronavírus.

É o caso da malha antiviral usada na minicoleção da marca J.Boggo+, desenvolvida recentemente pela empresa catarinense Dalila Têxtil.

Esta é a primeira linha de roupas lançada no Brasil com essa finalidade.

A parceria
De um lado, está André Klein, à frente da Dalila Têxtil, e responsável por desenvolver o acabamento antiviral.

Do outro, está a etiqueta fundada por Jay Boggo que, há cinco anos, oferece vestuário agênero e artesanal, com modelagens e recortes desconstruídos.

Ele foi uma das primeiras pessoas a saber da novidade. O estilista logo investiu em alguns recortes do novo tecido e criou uma minicoleção.

São 12 modelos com alta tecnologia e conforto.

“O design foi pensado no seguinte: a pessoa está trabalhando de casa. Nesse novo cenário, as ruas estão liberadas, mas todo mundo está com cautela.

Ela tem uma reunião fora, mas estará com essa roupa superconfortável e estilosa.

Poderá sair para fazer qualquer reunião sem ter trabalho, mais protegida”, descreveu à coluna.

Vestido agênero da primeira coleção de roupas com acabamento antiviral lançada no Brasil. Quem estrela a campanha é a modelo Rita Carreira, já entrevistada pela coluna.

Veja mais sobre o assunto no link abaixo

https://www.metropoles.com/colunas-blogs/ilca-maria-estevao/marca-brasileira-lanca-colecao-com-tecido-que-protege-contra-o-coronavirus

Covid 19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Contate-nos