Chacina na fronteira do Brasil com Paraguai deixa 05 mortos


Estudante de MT está entre vítimas de chacina na fronteira com o Paraguai.

Rhannye foi atingida com 10 tiros enquanto saia de uma casa noturna em Pedro Juan Caballero
Reprodução

A estudante mato-grossense Rhannye Jamilly Borges de Oliveira, de 18 anos, foi uma das vítimas da chacina ocorrida na fronteira entre Brasil e Paraguai na madrugada de sábado 09/10.

O crime foi cometido em frente a uma casa noturna na cidade de Pedro Juan Caballero.

Rhannye estudava medicina na Universidad Central del Paraguay (UCP), localizada na cidade que faz fronteira com o Brasil. Ela também atuava como digital influencer, com mais de 25 mil seguidores no Instagram.

Além da estudante, foram mortos no massacre a filha do governador de Amambai, Haylee Carolina Acevedo Yunis, 18 anos, a brasileira Kaline Reinoso, 21, natural e Dourados (MS). Elas estavam saindo da casa noturna na companhia de Vicente Álvarez Grance, conhecido como Bebeto, de 32 anos.

Os assassinos chegaram ao local em uma caminhonete, atiraram e fugiram. Informações da polícia local apontam que foram disparados cerca de 100 tiros de fuzil.

Tudo indica que Bebeto era o principal alvo dos pistoleiros. Ele foi atingido por 31 tiros. As polícias brasileira e paraguaia estão trabalhando em conjunto para encontrar os assassinos.

estadaomatogrosso.com.br

COTIDIANOFronteira

Virginia barrosoAuthor posts

Estou blogueira porque sou Jornalista com RP 1903/MA Amo a comunicação, pois sem ela o entendimento seria impossível. Obrigada aos amigos e leitores do site. Sejam bem vindos ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

WhatsApp Contate-nos