Início MARANHÃO CASA DE APOIO NINAR COMPLETA 4 ANOS COM MAIS DE 440 MIL...

CASA DE APOIO NINAR COMPLETA 4 ANOS COM MAIS DE 440 MIL ATENDIMENTOS Contabilizando 444.231

3
0

A Casa de Apoio Ninar completou, na sexta-feira (9), quatro anos de funcionamento.

O equipamento, que integra a rede da Secretaria de Estado da Saúde (SES), foi entregue pela gestão do governador Flávio Dino para prestar assistência às crianças com distúrbios de neurodesenvolvimento.

Lidiane Lima ao lado da filha, Damile Beatriz, e do marido, Danilo Almeida (Foto: Ruy Barros)

Para marcar a data, foi realizada a entrega de 61 cadeiras de rodas adaptadas e frascos de Canabidiol, óleo medicinal à base de cannabis, usado para o tratamento de crianças com microcefalia.

Uma das famílias contempladas com a cadeira de rodas foi a da pequena Damile Beatriz, de 3 anos. A mãe de Damile, Lidiane Lima, contou como o equipamento vai ajudar na rotina da família.

“A primeira palavra que tenho é gratidão. A Casa de Apoio sempre nos acolheu super bem e essa cadeira chegou em um ótimo momento, para a locomoção da nossa filha, já que ela cresceu, e nos ajudará quando quisermos passear com ela”, disse Lidiane.

A aquisição das cadeiras é fruto de emenda parlamentar destinada pelo deputado estadual Roberto Costa e outras 60 famílias também receberam o equipamento.

Durante a celebração dos quatro anos da Casa de Apoio Ninar, 60 famílias aptas a fazerem uso do produto, também receberam frascos de Canabidiol, óleo medicinal à base de cannabis, usado para o tratamento de complicações decorrentes da microcefalia.

O óleo, antes possível somente por aquisição própria ou doado, é disponibilizado regularmente pelo Governo do Estado às famílias cadastradas.

Segundo a diretora administrativa do serviço, Ana Caroline Arnaud, a dispensação do medicamento é uma vitória para as famílias.

“As crianças que fazem uso do Canabidiol passaram antes por outros tratamentos para minimizar as crises convulsivas, porém sem êxito. É uma vitória, pois muitas mães e pais ficavam sem saber o que fazer vendo seus filhos convulsionar, correndo o risco de que as crises agravassem mais o quadro clínico”, afirmou.

Valdino Rocha, pai de uma das crianças beneficiadas com o uso do óleo medicinal de cannabis, conta que o filho chegava a convulsionar mais de trinta vezes por dia.

“Desde que ele iniciou o tratamento com o Canabidiol, as crises cessaram. Para nós, pais, é muito bom porque ficamos em paz sabendo que o nosso filho está bem, principalmente por se tratar do resultado de uma luta, ainda mais devido à dificuldade quanto a aquisição do medicamento”, comentou.

Assistência

A Casa de Apoio Ninar surgiu na gestão do governador Flávio Dino para dar assistência de forma integral às crianças com problemas de neurodesenvolvimento, a exemplo da microcefalia.

Entregue em 2017, o equipamento de saúde já contabiliza mais de 440 mil atendimentos, entre acompanhamento em pacientes em reabilitação, atendimento fisioterápico, consultas multidisciplinares, atendimentos de atividades em grupo, Serviços de Apoio e Diagnóstico Terapêutico, procedimentos de enfermagem e atendimentos em fonoaudiologia.

“São quatro anos de renovação da esperança. Hoje a Casa atende não apenas as crianças vítimas da Zika congênita, mas também outras com algum problema neuropediátrico. É com muita alegria que podemos celebrar mais um ano de funcionamento deste serviço, que beneficia tanto crianças como seus familiares, devolvendo o direito à vida social e a reinserção no seio familiar com todas as suas particularidades”, disse o secretário adjunto de Assistência à Saúde da SES, Carlos Vinicius Ribeiro.

A neuropediatra, coordenadora da Casa de Apoio Ninar e também idealizadora do projeto, Patrícia Sousa, conta que quando se tem uma criança especial, tudo gira em torno do tratamento dela.

“O diferencial da Casa de Apoio é que buscamos dar um olhar para além da condição neuropediátrica, enfatizando mais a integração da família na sociedade. Assim, contribuímos com o resgate da maternagem nessas famílias, reinserindo as crianças como crianças que são, filhos e filhas, na sociedade”, destacou.

Na Casa de Apoio Ninar tanto as crianças como as famílias recebem acompanhamento multidisciplinar com profissionais como enfermeiros, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, psicopedagogos, psicólogos, musicoterapeutas, nutricionistas, arteterapeutas, assistentes sociais e terapeutas ocupacionais.

Em razão da pandemia da Covid-19, o funcionamento da Casa de Apoio Ninar precisou ser adaptado, mas a unidade continua, atendendo, semanalmente, famílias dos 217 municípios maranhenses.

https://www.ma.gov.br/agenciadenoticias/?p=311617

Artigo anteriorAmém: Brasil já tem 30,3 milhões de vacinados com segunda dose ou dose única
Próximo artigoVídeo: DJ Ivis dá socos e chutes na mulher em vídeo; músico fala em chantagem
Jornalismo Faculdade Estácio MA Especialistas em Marketing Digital RP -19-03MA Blogueira por paixão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui