Início S/CATEGORIA Bruno estreia no Poços de Caldas com “tietagem” e dores musculares

Bruno estreia no Poços de Caldas com “tietagem” e dores musculares

1
0

Bruno só conseguiu assinar contrato com o time porque ganhou liberdade condicional e permissão para deixar a cidade de Varginha.

O goleiro Bruno foi recebido com entusiasmo pela torcida organizada e mais de 300 torcedores pagantes durante o amistoso do Poços de Caldas com o Independente de Juruaia neste sábado (05/10/2019), no Estádio Benedito Bandola de Oliveira, o Bandolão, em Poços de Caldas, sul de Minas.

A estreia foi marcada pela entrada do atleta no segundo tempo, solicitada pelo próprio goleiro para a diretoria do clube, e dores na coxa direita durante a disputa.

Havia a expectativa, não confirmada, de alguns protestos de moradores da cidade pela contratação do jogador.

Inicialmente Bruno só conseguiu assinar contrato com o time porque ganhou liberdade condicional durante o dia.

E permissão para deixar a cidade de Varginha, onde cumpre pena de 20 anos pelo assassinato de Eliza Samudio.

O jogador explicou que o condicionamento físico ainda não está como gostaria, mas que pretende treinar e fortalecer a musculatura nos próximos meses.

“Senti um desconforto, mas não foi muito grave, faz parte nesse início de temporada.

Mas a gente vai se preparar em uma semana ou em um mês para o próximo amistoso estar mais forte e mais bem preparado”, disse.

A disputa iniciou com meia hora de atraso. Houve apoio da torcida, mas sem expressividade dos dois times em campo.

No segundo tempo, com a entrada de Bruno, o lateral-direito Gleison e o atacante Otavio conseguiram marcar os dois gols da partida dando a vitória ao time da casa po 2 x 0.

Após sua volta ao futebol depois de cumprir parte da pena, Bruno disse que se sentiu bem e ficou feliz com o apoio da torcida.

“O prazer de estar dentro do estádio com o torcedor acompanhando, incentivando, não tem preço.

A motivação é a mesma do que entrar em um Mineirão ou Maracanã lotado.

A motivação é a mesma do que entrar em um Mineirão ou Maracanã lotado. Para mim isso que importa. Foi muito bom”.

Em seguida o jogador voltou para Varginha, onde reside com a mulher e a filha. Ele teria de se reapresentar até as 21 horas.

POÇOS – O Poços de Caldas foi fundado em 2007, no primeiro ano subiu da segunda divisão para o módulo 2, onde ficou até 2013.

Em acordo com um empresário chileno, contratou grandes jogadores como Amaral, Finese e Cleber, mas com problemas financeiros, parou as atividades.

O time voltou em 2017 e passou por mais dificuldades financeiras em junho de 2019.

Quando uma nova diretoria adquiriu o clube, com seletivas de atletas da região do sul de Minas e contratação do goleiro Bruno até janeiro de 2020.

Vai disputar a segunda divisão no ano que vem. Antes da partida, Bruno deu entrevistas e disse estar bastante animado em poder retomar sua vida no futebol.

Ele jogou no Corinthians e Flamengo, entes de ser preso. Era um goleiro promissor.

Via- metrópoles

Artigo anterior“Violência de bandidos, assim como as do governo, preocupam”, diz FHC
Próximo artigoVideo: Monomotor cai em bairro matando três e ferindo mais três pessoas
Jornalismo Faculdade Estácio MA Especialistas em Marketing Digital RP -19-03MA Blogueira por paixão

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui